Pesquisar no site :

Câmara aprova correção de salário dos servidores públicos

Foram aprovados em Sessão Ordinária, nesta semana, os projetos de Lei do Executivo e do Legislativo que concede o reajuste salarial dos servidores públicos de Ouroeste. O reajuste dos servidores da câmara foi de 6,58%, da prefeitura e do IPREMO em 6,28%. Também estão contemplados os proventos dos inativos e as pensões pagas pelo município. Os valores do mês de Janeiro a Abril serão pagos em oito parcelas. O executivo também enviou à câmara o Projeto de Lei nº 40/2017 que cria a vaga junto ao quadro de pessoal a função de procurador jurídico que foi aprovado com 7 votos. Ainda foram aprovados mais dois projetos de lei do executivo, o de nº 41 que dá nome ao Centro Integrado de Saúde de Ouroeste, localizado na Rua Nicolau Barreto, de Centro Integrado de Saúde Silvana Sartori. E, por fim, o de nº42 que concede a abertura de crédito adicional suplementar no valor de R$ 215.000,00 destinados a Segurança Pública, Hospital João Veloso, manutenção e iluminação pública e ao ensino infantil da pré-escola. O vereador Dirceu também apresentou duas indicações solicitando a prefeita Lívia a manutenção da iluminação e do espaço físico da quadra de esportes do bairro São Lourenço III e que disponibilize um guarda municipal para o CCO- Centro Comunitário de Ouroeste nos finais de semana. O destaque da noite foi o projeto da correção salarial tão esperado pelos servidores públicos. Porém, os discursos dos vereadores que fizeram uso da Tribuna foram especialmente sobre a Auditoria que a prefeita Lívia irá fazer na prefeitura de Ouroeste da gestão 2013/2016. A questão que divide as opiniões dos vereadores gerou discussões a respeito de gastos e procedimentos para sua realização. O vereador Marcos Bueno entrou com uma Ação Pública contra a abertura da auditoria no Judiciário e teve parecer favorável do Ministério Público e acatada pelo juiz. Segundo ele, os gastos e os procedimentos são os motivos pela sua atitude. A Auditoria das contas publica da prefeitura foi uma das bandeiras levantada durante a campanha política da atual gestão por se tratar da vontade da população, por tanto deve prevalecer o processo para sua realização e todos os caminhos legais já estão sendo percorridos para que isso aconteça. “Apesar dos problemas orçamentários, a administração municipal garantiu que está em busca de soluções para cumprir com as prioridades firmadas para os primeiros meses governo, como oferecer melhorias para os setores de saúde, transporte e educação”, concluiu o presidente Júlio Cesar.

Todos os direitos reservados | 2016 Desenvolvido por :: Consultta.com