Pesquisar no site :

Legislativo não define reajuste salarial dos servidores públicos e extraordinária deve ser marcada

"O projeto que iria á votação na sessão ordinária realizada na última segunda feria, dia 15, foi retirada da pauta por falta de esclarecimento sobre impacto que o percentual causaria no limite prudencial da folha de pagamento da prefeitura."" Uma sessão extraordinária deverá ser marcada para discussão e votação do projeto de lei que concede o reajuste salarial para os servidores públicos de Ouroeste. O projeto que iria á votação na sessão ordinária realizada na última segunda feria, dia 15, foi retirada da pauta por falta de esclarecimento sobre impacto que o percentual causaria no limite prudencial da folha de pagamento da prefeitura. O presidente Marcos Bueno pediu este documento ao prefeito Sebastião Geraldo antes da realização da ultima sessão. O mesmo foi enviado, porem os vereadores julgaram pouco esclarecedor já que não especificava se o resultado já contava com o aumento sugerido de 4%. Na ocasião, foram a segunda votação os três Projetos de Resolução e duas Indicações. A Indicação nº1/2016 do vereador Luiz Carlos da Silva solicitando ao prefeito municipal que tome medidas necessárias para providenciar o asfalto na Rua Lourenço Táxi em frente à pracinha que se encontra em péssimas condições de tráfego. A Indicação nº 2/ 2016 do vereador Vander Mota pedindo ao prefeito que providencie sinalização de trânsito nas ruas recapeadas da cidade de Arabá. Sobre a segunda indicação, o vereador Gel esclareceu que a sinalização de solo faz parte do convênio, portanto é de responsabilidade da empresa, que certamente irá concluí-la. Os vereadores Luizinho e Vander Mota foram a Tribuna falar sobre suas indicações, da necessidade de cada uma para o bem estar da população dos respectivos locais. Também o vereador “Cidão Paçoca”, que comentou e parabenizou as indicações dos colegas e falou sobre o reajuste salarial dos servidores, pedindo compreensão, pois a questão exige prudência e esclareceu o motivo pelo qual o projeto foi tirado de pauta. Por fim, o presidente encerrou a sessão falando das indicações e informou que será realizado mais pavimentação asfáltica em Ouroeste e em Arabá. Sobre o projeto que diz respeito aos servidores, ele explicou, mais uma vez, a razão da retirada do projeto e anunciou uma reunião junto com o presidente do sindicato para discutir a questão. Na terça-feira, dia 16, vereadores, presidente do sindicato, funcionários públicos, o assessor contábil da prefeitura e o jurídico do legislativo se reuniram as 09:30 horas na câmara. O assessor falou da situação que se encontra a folha de pagamento e que o reajuste não poderá ultrapassar os 4%. Segundo o presidente do legislativo, vereadores ainda buscam uma porcentagem maior, para isso, pretendem se reunir com o prefeito, que não compareceu a reunião devido a uma viagem a Brasília para chegar a um consenso final. O reajuste esta certo para o próximo vencimento, afirmou Marcos.

Todos os direitos reservados | 2016 Desenvolvido por :: Consultta.com